quarta-feira, 27 de fevereiro de 2008

Empresariado reage e ataca idéia de demissão imotivada

Patrícia Acioli


Na contramão do processo de simplificar as questões trabalhistas, a classe empresarial denuncia que ratificar a Convenção 158 da Organização Internacional do Trabalho (OIT) é um retrocesso e uma iniciativa contra-produtiva. Segundo estudo do consultor da Confederação Nacional da Indústria (CNI), José Pastore, no Brasil já existe uma rede de proteção ao empregado que é baseada no custo empresarial para formalizar a dispensa.O documento produzido por Pastore indica ainda que do total de 180 países, que fazem parte da OIT, apenas 34 ratificaram esta Convenção, entre eles a Etiópia e o Gabão. Segundo o estudo, a soma de países que não ratificou a Convenção é responsável por 88,6% do PIB mundial. Esses países não aderiram por uma série de razões, "mas principalmente porque ela é inadequada ao ambiente globalizado, onde a competitividade econômica é imprescindível", conforme consta do estudo.Para Luis Antonio Flora, diretor da assessoria jurídica da Fecomércio, o assunto não é novo e não passa de um balão de ensaio para ser transformado mais adiante em moeda de barganha no Congresso. "Não existe estabilidade absoluta", afirma. Flora conta que o governo desenterrou um debate antigo e que a demissão imotivada já foi testada no Brasil e não deu certo, tendo sido revogada em 1997. O diretor jurídico da entidade diz que o Supremo Tribunal Federal (STF) se pronunciou contrariamente sobre o tema, ao argumentar que um tratado não pode se sobrepor à disposição de uma lei complementar.De acordo com a Convenção 158, o trabalhador apenas poderá ser desligado da empresa, caso ela passe por dificuldade econômica, mudança tecnológica ou por ineficiência própria do empregado. Mas o ritual burocrático que ela impõe, desagrada a classe empresarial. "o empregado tem o direito de discordar e contestar, contando, inclusive, com a ajuda do seu sindicato. Essa contestação pode ser direta e oral ou em reuniões, por carta, via dirigentes sindicais. Ela pode se repetir várias vezes. Nos países onde há esse sistema, o desligamento demora de 6 a 12 meses", explica o documento.Os reflexos dessa burocracia devem recair na redução de vagas de trabalho e no aumento da informalidade. O consultor da CNI ressalta também que o procedimento poderá acirrar o clima de conflito dentro das empresas. Em países como Espanha, Portugal e França, que ratificaram a Convenção 158, houve aumento do desemprego.A classe empresarial denuncia que ratificar a Convenção 158 da Organização Internacional do Trabalho (OIT), que dificulta a demissão sem justa causa, é contraprodutivo para o País

terça-feira, 26 de fevereiro de 2008

Viagem ao Mundo do Empreendedorismo

Vejam este livro disponível eletronicamente:

Título do Livro: Viagem ao Mundo do Empreendedorismo.
Autores Rita de Cássia da Costa Malheiros, Luiz Alberto Ferla e Cristiano J.C de Almeida Cunha
IEA - Instituto de Estudos Avançados
2005, editado em Florianópolis
Link:
http://www.iea.org.br/webteca/LivroVME-2aEd-internet.pdf

FGV Latin Moot Corp

Caros Amigos Empreendedores,

Estamos a quase uma semana da oitava edição do FGV Latin Moot Corp, a maior competição de planos de negócios voltada a alunos de pós-graduação em países de língua latina. Gostaria muito de contar com a presença de vocês nos dias 5, 6 e 7 de março, durante toda a competição e gostaria de pedir a vocês para divulgarem o concurso entre os contatos de vocês. Este ano o concurso trás uma série de inovações, como uma seção de feedback na quarta-feira a tarde, a feira dos negócios na quinta-feira pela manhã e um rodada semifinal, na sexta-feira. O concurso terá ainda US$ 17.000,00 em premiações e, além de o primeiro colocado ser automaticamente indicado para a final global no Texas, concorrendo a US$ 100 mil, o segundo colocado será convidado a participar da Stuart Clark Business Plan Competition, no Canadá.

Conto com a presença de vocês. Um abraço,

Rene José Rodrigues FernandesLatin Moot Corp DirectorCentro de Empreendedorismo e Novos NegóciosFundação Getulio Vargas

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2008

História dos empreendedores paulistas.

Os empreendedores que fizeram São Paulo em sua fase de crescimento explosivo, como o Conde Matarazzo tem uma obra para contar sua história. Trata-se do livro Pioneiros e Empreendedores de Jacques Marcovitch, lançado pela EDUSP. É um ótimo livro e conta a vida de:
Família Prado.
Leon Feffer
Julio Mesquita
Roberto Simonsen
Jorge Street
Nami Fafet
e Francisco Matarazzo.

Nessa obra você fica sabendo por exemplo quem foi D. Veridiana, o barão de iguape, ou ainda como nasceu o comércio da rua 25 de março.
Recomendo.

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2008

Desafio FGV - Intel

DESAFIO GV - INTEL -Fase 1 em 30 de Junho de 2008
Prezados professores,
Gostaria de compartilhar com todos a apresentação preliminar do III Desafio GV-INTEL de Venture Capital e Empreendedorismo.Esta é uma competição de planos de negócios realizada pelo GVcepe (Centro de Estudos em Private Equity e Venture Capital da FGV) com o apoio do GVcenn (Centro de Empreendedorismo e Novos Negócios), do qual o Rene participa.No Desafio GV-INTEL, similarmente ao Moot Corp realizado pelo GVcenn, os participantes mais bem colocados recebem prêmios em dinheiro e são convidados para participar de uma competição internacional na Universidade da Calfórnia em Berkeley. A grande diferença entre essas competições é que o Desafio GV-INTEL acontece no 2o. semestre e podem participar alunos de graduação, pós-graduação e recém-formados de todo o Brasil.Assim, esta é uma das importantes iniciativas da FGV na qual gostaríamos de contar com a colaboração de vocês, apoiando seus alunos a participarem desse tipo de experiência educacional prática.
Mais informações no site www.fgvsp.br/desafio.
Quaisquer dúvidas estou à disposição. Quem quiser pode também conversar com o Siqueira que foi o orientador da equipe vencedora na 1a. edição!
Abs,
Tiago de Melo Cruz - EAESP - FGV

sábado, 16 de fevereiro de 2008

O palhaço e o empreendedor.

No governo brasileiro tá cheio de gente que acha que o empreendedor é um palhaço!
Fonte:
http://www.flickr.com/photos/ullissima/

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2008

O Centro de Empreendedorismo do IBMEC SÃO PAULO, tem o prazer de convidá-lo para o Seminário Acadêmico Internacional:

"Tendências de Pesquisas Acadêmicas em Empreendedorismo"
O estudo acadêmico do empreendedorismo representa uma grande oportunidade para pesquisadores brasileiros. Trata-se de um campo de grande abrangência, que permite estudos interdisciplinares com estratégia, economia, marketing, inovação, operações, finanças, estudos organizacionais, tecnologia, entre outras, além de especializações verticais como empreendedorismo corporativo, family business, empreendedorismo étnico (ou minorias), empreendedorismo e gênero, educação empreendedora, entre outros temas. Este campo é carente de estudos científicos no Brasil e as oportunidades são inúmeras. A produção acadêmica nacional é pequena em relação ao volume produzido em outros países. O Prof. Alan Carsrud, professor da Florida International University e da Abo University na Finlândia e diretor do Eugenio Pino & Family Global Entrepreneurship Center, vem ao Brasil para apresentar as principais tendências mundiais de pesquisa em empreendedorismo e discutir as oportunidades de publicação nos periódicos mais relevantes da atualidade no campo.
Palestrante
Alan Carsud
Professor da Florida International University e da Abo Akademi University - Finlândia.
Foi professor em diversas Universidades, tais como Southwestern University, University of Texas e State University of York.
Recebeu diversos prêmios e subsídios, entre eles:
Family Global Entrepreneurship Center - 2004;
Erwing; Erwing Kauffman Foundation, 2004-2009;
Finnish Academy for the comparative study of Biotechnology startups, 2001-2002.
United States Association for Small Business & Entrepreneurhsip, 1995.
International Council of Small Business, 1990.
Tem diversas publicações acadêmicas , tais como: Journal of Enterprising Culture, Entrepreneurship Theory and Practice; International Journal of Biotechology; Family Business Review; European Business Journal; Entrepreneurship and Regional Development, entre outros.

Agenda
14:00h
Abertura
14:10h
Palestra
15:20h
Debate
17:00h
Café de encerramento

Data:
03 de março de 2008 (segunda-feira)
Horário:
14h00
Local:

Sala Max Feffer - 3º andarCampus IBMEC SÃO PAULORua Quatá, 300 - Vila Olímpia
O seminário será transmitido em inglês e não contará com tradução simultânea.
Evento gratuito. Vagas limitadas.
Confirme sua presença pelo e-mail contato@ibmecsp.edu.br.

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2008

Produzindo Inovação no MIT.

Estão abertas as inscrições para o:
International Development Design Summit

Trata-se de um encontro onde professores, alunos e profissionais de diversas áreas fazem um esforço conjunto para buscar novas tecnologias. Há bolsas disponíveis.
Saiba mais em:
http://www.iddsummit.org/