quinta-feira, 13 de novembro de 2008

Innovation Challenge Brasil

Gostaria de falar sobre o Innovation Challenge Brasil, a maior competição de inovação corporativa do mundo que estamos trazendo pela primeira vez ao Brasil.
IMAGINE ALUNOS DOS MELHORES MBAS DO PAÍS AJUDANDO A DESENVOLVER SOLUÇÕES INOVADORAS PARA DILEMAS REAIS DA SUA EMPRESA!!!!
Assim é o Innovation Challenge, realizado há 7 anos na Darden Business School e cuja primeira edição fora dos EUA acontecerá no ano que vem no Ibmec São Paulo.
Para ter uma idéia da dimensão do evento, no ano passado, a edição Global em Darden reuniu mais de 400 equipes de 88 MBAs em 15 países. IBM, GE, Chrysler, M&Ms, Whirlpool, Amex e Hoteis Hilton são algumas das organizações que submetem perguntas às equipes formadas exclusivamente por alunos de MBA. As melhores idéias são premiadas e implementadas pelas empresas.
Estamos abrindo as inscrições para as empresas interessadas em patrocinar o evento e submeter questões sobre seus negócios.

Se sua empresa estiver interessada em aproveitar esta oportunidade, escreva uma mensagem para cemp@isp.edu.br

Marcos Hashimoto é Doutorando em Administração pela EAESP/FGV, sócio-diretor da Lebre Consulting, Coordenador do Centro de Empreendedorismo do Ibmec São Paulo, Professor visitante da Universidade do Texas em San Antonio. Foi executivo no Citibank e na Cargill Agrícola. É um dos autores do software de Plano de Negócios SP Plan da parceria Sebrae-SP/Fiesp, parceiro do Instituto Chiavenato e do Instituto Empreender Endeavor. É também autor do livro 'Espírito Empreendedor nas Organizações' pela Editora Saraiva..

terça-feira, 11 de novembro de 2008

100 anos de empreendedorismo Japão e Brasil

Olá Amigas e Amigos,

Na próxima segunda-feira, 17 de novembro, vou palestrar num evento sobre empreendedorismo. Trata-se de uma iniciativa relacionada aos 100 anos de imigração japonesa no Brasil, assim como da Semana Global de Empreendedorismo.

O evento é gratuito e a programação (com palestras e worshops, das 8h às 18h30) pode ser vista no arquivo que está no anexo desta mensagem. As inscrições são feitas online pelo link: http://100anosdeempreendedorismojapaoebrasil.blogspot.com/

Fiquem à vontade para convidar amigos e familiares, terei grande prazer em encontrá-los nesse evento!

Um abraço,

Edson Sadao
Luiz Sakuda
Rua Tamandaré 688
Informações Gerais do Evento100 Anos de Empreendedorismo Japão e Brasil
Inspiração + Conhecimento para os empreendedores, empresários,executivos e estudantes do Brasil!

A JCI Brasil-Japão, dentro das celebrações do Centenário da ImigraçãoJaponesa e da Semana Global de Empreendedorismo, está organizando oevento 100 Anos de Empreendedorismo Japão e Brasil que reunirá algunsdos maiores empreendedores nikkeis do Brasil e professores deempreendedorismo das melhores faculdades do país.

O empreendedor é uma pessoa que identifica oportunidades, propõesoluções inovadoras e trabalha duro para transformar seus sonhos emrealidade. Nestes últimos 100 anos, observamos diversos exemplosjaponeses e nipo-brasileiros de empreendedores. Por trás de empresasfamosas como Toyota, Honda, Sony, Mizuno ou Asics, houveempreendedores como Kiichiro Toyoda, Soichiro Honda, Masaru Ibuka,Akio Morita, Rihachi Mizuno ou Kihachiro Onitsuka. A tradiçãoempreendedora japonesa também cruzou os oceanos e chegou ao Brasil.Diversas empresas brasileiras de sucesso também foram fundadas porjaponeses e nipo-brasileiros. Chieko Aoki do Grupo Blue Tree, RobinsonShiba da rede China in Box ou Minolu Camicado da rede de lojas depresentes Camicado são só alguns exemplos. Isto também pode explicar arazão de haver tantos professores nikkeis de empreendedorismo nasmelhores faculdades do Brasil.

Neste evento, a JCI Brasil-Japão traz grandes empreendedores nikkeispara compartilhar suas experiências e aprendizados, além deprofessores de empreendedorismo que ministrarão mini-cursos eworkshops sobre os temas relevantes para executivos, empresários ecandidatos a empreendedores e estudantes como identificação deoportunidades (Hazime Sato do Instituto Mauá de Tecnologia), gestãofinanceira (Wilson Nakamura do Mackenzie), captação de recursos deinvestidores (André Saito da Fundação Getúlio Vargas - FGV e LuísSakuda da Fundação Educacional Inaciana – FEI), captação de recursosnão reembolsáveis de agências governamentais (Marcelo Nakagawa daFundação Vanzolini e Núcleo de Política e Gestão Tecnológica da USP),intra-empreendedorismo (Marcio Kuniyoshi da Pontifícia UniversidadeCatólica de São Paulo - PUC/SP), empreendedorismo social (Edson Sadaoda Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado – FECAP). Vejadetalhes do evento aqui.

O evento 100 Anos de Empreendedorismo Brasil e Japão ocorrerá no dia17 de novembro de 2008, durante a Semana Global de Empreendedorismo,uma celebração que acontecerá em mais de 40 países no mundo e reunirámilhões de pessoas interessadas em desenvolver sua capacidadeempreendedora. O evento ocorrerá no Bairro da Liberdade, no campusLiberdade da FEI que fica na Rua Tamandaré, 688.

O público-alvo do evento são empresários, pessoas interessadas emabrir seu próprio negócio, estudantes de graduação e pós-graduação eprofissionais de empresas interessados em desenvolver uma carreiramais empreendedora

BERÇO DE NOVAS EMPRESAS

4ª Feira de Negócios e Inovação Tecnológica. A UMC Lapa, Parque Villa-Lobos vai promover na semana, de 26 a 27 de Novembro 2008, das 19h00 às 22h30, a 4ª Feira de Negócios e Inovação Tecnológica. O projeto faz parte das atividades acadêmicas do Curso Superior de Tecnologia em Processos Gerenciais (Gestão Empresarial). Projeto executado pelos alunos do 4º Semestre, sob a supervisão dos professores José Pereira Castro e Paulo Roberto Silva dos Santos.
Prof. Paulo Roberto Silva dos Santos

UMC - Campus Lapa

sexta-feira, 7 de novembro de 2008

XIII Encontro Internacional de Empreendedores e XVI Encontro Latino Americano do Programa EMPRETEC

O SEBRAE-SP promoverá no período de 20 a 22 de novembro de 2008 no Centro de Exposições Imigrantes - Rodovia dos Imigrantes , Km 1,5 - São Paulo, o 13º Encontro Internacional de Empreendedores.Neste encontro haverá a oportunidade de disseminar, estimular e discutir o empreendedorismo e sua prática em diversas regiões do mundo, além de uma sessão de autógrafos com Ethevaldo Siqueira, Dornellas e Ozires Silva, Palestras, Talk Show e Debates.

Palestrantes:

Kelly Michel
Empreendedora Fundadora da Artemisia
Kelly Michel, fundadora da Artemisia aos 21 anos, é mestre em Empreendedorismo pela Escola de Negócios HEC da França, e atualmente desenvolve um PhD sobre “Angels” investindo com impacto social em países em desenvolvimento.

Silvio Meira
Evitando o sundae de almôndegas: como obter sucesso em um mundo dominado pelo Google
Professor Titular de Engenharia de Software do Centro de Informática da Universidade Federal de Pernambuco, em Recife; cientista-chefe do Centro de Estudos e Sistemas Avançados do Recife (C.E.S.A.R) e engenheiro formado pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA).

Ethevaldo Siqueira
Mediador e palestrante do encontro internacional
É escritor, consultor e jornalista especializado em novas tecnologias, trabalhando atualmente como colunista do jornal O Estado de S. Paulo, para o qual escreve desde 1967; é colaborador especial da revista Época e comentarista da Rádio CBN, desde 2006, com uma coluna diária chamada Mundo Digital. Cobre esses setores há 40 anos, entrevistando cientistas, participando de congressos e visitando exposições, laboratórios e universidades no Brasil e no mundo.

Antonio Tadeu Pagliuso
Trajetória de 16 anos nas áreas de desenvolvimento, implantação e gerenciamento de organizações com base em Modelos de Gestão voltados à excelência do desempenho e sustentabilidade;Experiência em implantação de Modelos de Gestão com foco na teoria e estratégia do negócio.

Ginha Nader
Ginha Nader é um verdadeiro personagem do turismo brasileiro, que é conhecida carinhosamente como Tia Ginha, mas se alguém pedir à ela que se descreva, certamente ela responderá: amiga do Mickey.


XIII Encontro Internacional de Empreendedores e XVI Encontro Latino Americano do Programa EMPRETEC. Reserve o quanto antes o seu lugar!

Neste ano, o Programa Empretec completa 19 anos de existência no mundo e 18 anos no Brasil. É chegada a hora de avaliar a sua força e atualidade.
O XIII Encontro Internacional de Empreendedores e XVI Encontro Latino Americano do Programa EMPRETEC estão focados em inovar a apresentação do empreendedorismo. Vislumbrar novas oportunidades de negócios no mercado local, nacional e internacional e discutir aspectos de gestão e estratégias inovadoras, além de propiciar aos participantes a oportunidade de compartilhar experiências ligadas aos negócios em diferentes regiões, ampliando sua rede de contatos.
Para criar um ambiente favorável a ampliação desta rede de contato dos Empretecos, e atender aos empreendedores e empresários em geral serão realizadas sessões de negócios.
A Sessão de Negócios tem como objetivo ser um instrumento de estímulo e fomentação de negócios, vindo a atender uma necessidade de integração empresarial entre os seguimentos da indústria, comércio e serviços de diversas regiões. Para isso, o evento é organizado na forma de reuniões comerciais, onde compradores e vendedores apresentarão seus produtos e/ou serviços num espaço de tempo de 1 a 2 minutos.


Maiores informações: www.aformuladainovacao.com.br
Centro de Empreendedorismo e NovosNegócios da FGV - FGVcenntel (55 11) 3281-3439/ 3627cel (55 11) 9233-6449fax (55 11) 3284-1789www.fgv.br/cennEducação e Empreendedorismo:Caminhos para o Brasil de Amanhã

Reunes 2008

REUNES 2008 – Reunião Universitária de Empreendedorismo e Responsabilidade Sócio-Empresarial
Dia 15 de Novembro, no ITA, em São José dos Campos
Responsável: Carlos Eduardo P. S. Carvalho
Realização: Comissão de Ação Social
(CASSIS-ITA)
Inf.: 12 8152-2351
Saídas da FEA, informações com André (7682-1167 Cursinho da FEA), Flávia (11-7123-2548 PESC)
ou José Guilherme (11-8515-4234 PET-FEA)
E-mail: carlos.paulino@reunes.com.br

segunda-feira, 27 de outubro de 2008

O espaço abaixo é uma comunidade latino americana sobre ensino do empreendedorismo.
http://americaemprende.ning.com/

segunda-feira, 20 de outubro de 2008

Semana do Empreendedor

A FEA JUNIOR está com um blog sobre empreendedorismo:
http://www.blogsemanadoempreendedor.com.br/

Negócios em família.

Quem disse que negócio em família não dá certo?

No dia 23 de outubro essa idéia será desmistificada com a palestra "Forças e Fraquezas nas Empresas Familiares", realizada pela Fundação Dom Cabral em parceria com a ACSP.

Empresas como Casas Bahia, TAM e Itaú, hoje grandes empresas, têm sua presidência herdada pelos filhos dos antigos donos e apontam crescimento constante no mercado.

A palestra abordará também a PDA - Parceria para o Desenvolvimento de Acionistas, orientações a empresas familiares que desejam preparar sucessores.
Horário: 9h às 12hLocal: Rua Boa Vista, 51 – 11º andar – CentroPalestrante: Maria Teresa de Azeredo Roscoe - Gerente de projetos e professora da Fundação Dom Cabral.
Mais informações: 3244-3030 ou www.acsp.com.br/treinamento

Esta palestra será gratuita, com contribuição voluntária dos itens abaixo, que serão doados a uma instituição que faz parte do ACSP Esperança (Casa Vida):Leite em póFraldas descartáveis Itens de higiene infantil (lenço umedecido, cotonete, sabonete, shampoo, etc).

Conheça a história da Climatempo.

Fórum do Empreendedor com Carlos Magno-fundador do Climatempo
Data: 22/10/2008 Local: FGV-EAESP
Sala: Salão Nobre
Horário: Às 19h

Como chegar: Rua Itapeva, 432, 4º andar, São Paulo-SP Áreas relacionadas: Administração; Comunicação Social; Economia; Empreendedorismo; Marketing; Meio Ambiente;

Carlos Magno é PRESIDENTE E FUNDADOR DO CLIMATEMPO METEOROLOGIA. Precursor da profissão no Pais, com mais de 23 anos de carreira, ajudou a mudar a cultura que o brasileiro tinha sobre a meteorologia.

Fundada em 1988, tem como marcas registradas o pioneirismo, a liderança e a inovação. Foi a primeira a oferecer boletins informativos para meios de comunicação e análises customizadas para diversos setores da indústria

Saiba mais:
http://ww2.fgvsp.br/mktg/2008/cenn/forum_climatempo/e-mail_forum.html

Patricia Greene - Babson em São Paulo

Entrepreneurial Leadership: creating ventures and communities - Palestra exclusiva com a professora Patricia Greene - Babson Data: 21/10/2008 Local: FGV-EAESP
Sala: Salão Nobre
Horário: Às 19h
Como chegar: Av. 9 de Julho, 2029, 4º andar - São Paulo - SP Áreas relacionadas: Administração; Comunicação Social; Economia; Marketing;
A FGV-EAESP, por meio do Centro de Empreendedorismo e Novos Negócios (FGVcenn), juntamente com Babson College, traz ao Brasil palestra sobre Entrepreneurial Leadership com a renomada professora Patricia Greene.
A palestra será proferida em inglês.

terça-feira, 7 de outubro de 2008

Mr. Fisk - Livro

Estou lendo o livro do Mr. Fisk, escrito por Elias Awad. Conta a tragetória do autor, com algumas coisas muito interessantes. Os detalhes da relação com o Yazigi, o que trouxe esse empreendedor ao Brasil, as referêcias que influênciaram a metodologia Fisk, e muito mais.

Até agora estou gostando, mas o autor deixa um pouco a dever na forma de contar a história, perdendo a oportunidade de construir algum suspense.. Na verdade, em muitos momentos há a impressão que é como se houvesse uma preocupação em justificar (desculpar) o sucesso. Não fosse por esse detalhe o livro seria espetacular.

sexta-feira, 26 de setembro de 2008

Politica de privacidade

- Esse site não coleta seus dados e não os usa para SPAM e outras coisas horríveis.

Sobre cookies, o google mandou avisar que:
Usamos empresas de publicidade de terceiros para veicular anúncios durante a sua visita ao nosso website. Essas empresas podem usar informações (que não incluem o seu nome, endereço, endereço de e-mail ou número de telefone) sobre suas visitas a este e a outros websites a fim de exibir anúncios relacionados a produtos e serviços de seu interesse. Para obter mais informações sobre essa prática e saber como impedir que as empresas utilizem esses dados, clique aqui/a>.

Estratégia e Inovação em Corporações Multinacionais

DEBATE E LANÇAMENTO DO LIVRO:
“Estratégia e Inovação em Corporações Multinacionais – A Transformação das Subsidiárias Brasileiras” (Ed. Saraiva) Das 17h às 19h, sala Ruy Leme, FEA-1
Autores: Moacir de Miranda Oliveira Júnior, Dirk Boehe e Felipe BoriniDebatedores: Alexandre Hohagen (CEO da Google América Latina), Prof. Eduardo Vasconcellos (FEA-USP), Hermann Wever (Presidente do Conselho Consultivo da Siemens) e Antonio Corrêa de Lacerda (PUC-SP)

Responsável: Prof. Dr. Moacir de Miranda Oliveira Júnior
Realização: FEA-USP Confirmação de presença e mais informações por e-mail E-mail: edsonrenel@yahoo.com.br

terça-feira, 23 de setembro de 2008

Fiscal-Monetary Policy Interactions

O Ibmec São Paulo têm o prazer de convidá-lo(a) a participar do Seminário Internacional
Fiscal-Monetary Policy Interactions in the Presence of Labor Unions
sob a análise de Alex Cukierman, professor da Tel Aviv University

Programação
08h30 Welcome coffee
09h00Abertura09h10"Fiscal-Monetary Policy Interactions in the presence of Labor Unions"Alex Cukierman (Tel Aviv University)
10h10 Coffee break
10h40 Debate com: - Alex Cukierman (Tel Aviv University) - Ilan Goldfajn (Ciano Investimentos) - Affonso Celso Pastore (A.C. Pastore & Associados) - Claudio Haddad (Ibmec São Paulo)
12h00Encerramento

Data:02 de outubro (quinta-feira)Horário:das 8h30 às 12 horas
Local: Auditório Steffi e Max
Perlman Campus IBMEC SÃO PAULO
Rua Uberabinha, s/nº - Vila Olímpia Entre Rua Quatá altura nº 300 e Av. Hélio Pellegrino

sexta-feira, 19 de setembro de 2008

Estratégias e Inovação em Corporações Multinacionais

DEBATE E LANÇAMENTO DO LIVRO:“Estratégias e Inovação em Corporações Multinacionais – A Transformação das Subsidiárias Brasileiras” (Ed.Saraiva) Dia 30 de setembro, das 17h às 19h, na sala Ruy Leme, FEA-1Autores: Prof. Dr. Moacir de Miranda Oliveira Júnior, Dirk Boehe e Felipe BoriniDebatedores: Alexandre Hohagen (CO da Google América Latina), Prof. Eduardo Vasconcellos (FEA-USP), Hermann Wever (Presidente do Conselho Consultivo da Siemens) e Antonio Corrêa de Lacerda (PUC-SP)Responsável: Prof. Dr. Moacir de Miranda Oliveira JúniorRealização: FEA-USPConfirmação de presença e mais informações por e-mail E-mail:edsonrenel@yahoo.com.br

Mercenário ou Missionário: QUem é o Empreendedor?

Evento promovido pelo CEATS sobre liderança.Participação de Victor Siaulys - Fundador da Aché Laboratórios. Rosa Maria Fischer, Jaques Marcovicht, Sergio Mindlin (fundação Telefonica), Silvia Santos,..Data: 22 de setembroDas 11 às 13h na sala da congregação da FEAUSP.confirme presença por email ceats@fia.com.br

quarta-feira, 17 de setembro de 2008

Prêmio Itaú de Finanças Sustentáveis

O Banco Itaú lançou neste ano o Prêmio Itaú de Finanças Sustentáveis, com o objetivo de criar uma grande rede e assim estimular o debate sobre esse tema. É realizado com o apoio da consultoria britânica SustainAbility, reconhecida internacionalmente por trabalhos ligados à sustentabilidade, e do Instituto Ethos, referência nacional na promoção da responsabilidade social corporativa.

O Prêmio é destinado a professores e estudantes de Mestrado, Doutorado e Pós-graduação latu sensu, que tenham trabalhos acadêmicos publicados entre janeiro de 2006 e outubro de 2008 sobre o tema “Finanças Sustentáveis”. O vencedor recebe R$ 10 mil e ainda concorre a uma semana em Londres com uma agenda de atividades e visitas relacionadas ao tema de finanças sustentáveis.

Dada à importância do assunto, solicitamos seu apoio para a divulgação do Prêmio Itaú de Finanças Sustentáveis na USP. Para tanto, gostaríamos de agendar uma visita contigo ou alguém de sua equipe, para explicar com mais detalhes essa iniciativa e também para entregar os cartazes e folhetos sobre o prêmio.


Atenciosamente,
Paulo Marinho
Comunicação - Banco Itaú
(11) 5019-8880/8881
imprensa@itau.com.br

Mais:
Prêmio Itaú de Finanças Sustentáveis
encerra inscrições em outubro

Jornalistas e acadêmicos concorrem a prêmios de R$10 mil e a uma semana de aprendizado em Londres

São Paulo, 30 de julho de 2008 – Restam apenas dois meses para o encerramento das inscrições para o Prêmio Itaú de Finanças Sustentáveis. Desenvolvido com o apoio do Instituto Ethos e da consultoria inglesa SustainAbaility - reconhecida internacionalmente pela criação do conceito do “triple bottom line”, e que desde 1987 presta serviços a clientes interessados em adotar práticas sustentáveis em suas operações -, a iniciativa visa incentivar a produção acadêmica e jornalística sobre o tema, colaborando para a ampliação do debate sobre as melhores iniciativas para o desenvolvimento econômico e social das empresas, comunidades e Governos. A inscrição é gratuita e pode ser feita no site www.itaufinancassustentaveis.com.br até o dia 1º de outubro de 2008.

A premiação terá duas categorias, Jornalismo e Academia, que agregam cinco modalidades: matérias publicadas em jornais ou revistas; e trabalhos de pós-graduação latu sensu, mestrado ou doutorado. O vencedor de cada modalidade receberá um prêmio no valor de R$ 10 mil. O participante com o trabalho de maior destaque em cada categoria ganha ainda uma viagem de uma semana para Londres, com uma agenda de aprendizado com roteiro criado pela SustainAbility, além de ter seu trabalhado analisado e comentado por John Elkington, fundador e diretor da SustainAbility para Economias Emergentes. Os vencedores serão anunciados em fevereiro de 2009.

Na categoria Jornalismo, podem participar autores de artigos, ensaios ou reportagens em geral, redigidos em língua portuguesa e publicados em jornais ou revistas no período de 1º de janeiro a 1º de outubro de 2008. Cada participante poderá inscrever até três trabalhos jornalísticos, tanto de sua autoria exclusiva quanto aqueles elaborados em co-autoria com outras pessoas físicas.

Já na categoria Academia, podem ser inscritos teses de mestrado, doutorado ou pós-graduação latu sensu defendida por seu autor em instituição de ensino sediada no Brasil e aprovada por banca examinadora entre 1º de janeiro de 2006 e 1º de outubro de 2008. Cada participante poderá inscrever somente um trabalho acadêmico.

“Com o prêmio, esperamos valorizar o papel dos jornalistas e acadêmicos no debate crítico e construtivo com a sociedade acerca da atuação do sistema financeiro, com o intuito de desenvolvermos cada vez mais um ambiente economicamente viável, socialmente justo e ambientalmente correto”, explica Sonia Favaretto, superintendente de Responsabilidade Socioambiental do Itaú.

Os trabalhos vencedores serão divulgados nos sites do Itaú, Ethos e SustainAbility. O banco também pretende promover uma publicação impressa, a fim de disseminar ainda mais o tema, e realizar um workshop para compartilhar o conhecimento gerado pelos trabalhos com os diversos públicos, criando uma rede com todos os participantes para debate e aprofundamento no tema da sustentabilidade. “O prêmio, desta forma, torna-se um importante instrumento que não se encerra em si, mas cria um ciclo de ações para potencialização do conhecimento gerado”, ressalta Sonia Favaretto.

segunda-feira, 15 de setembro de 2008

Encontro de Empreendedores - “A família empresária”

Data:
23 de Setembro
Horário:
08h00 às 13h00
Local:
Auditório Steffi e Max PerlmanCampus IBMEC SÃO PAULORua Uberabinha, s/nº - Vila OlímpiaEntre Rua Quatá altura nº 300 e Av. Hélio Pellegrino Acesse aqui para ver o mapa da região

O Encontro de Empreendedores de Setembro/2008 trará o palestrante Eduardo Najjar, consultor, pesquisador e professor na especialidade Empresas Familiares.
O objetivo da palestra, cujo tema é “A família empresária”, será ressaltar, entre outros aspectos, o posicionamento da família empresária, no sistema da empresa familiar; a geração de resultados da empresa versus o crescimento da família empresária; a questão do fundador-empreendedor; a taxa de confiança entre familiares-gestores, familiares não-gestores, acionistas; as vulnerabilidades e drives de excelência; as fases do negócio familiar versus as gerações familiares e o compromisso dos acionistas.

PALESTRA DE ABERTURA
Eduardo, é administrador de empresas graduado pela FEA-USP e consultor empresarial desde 1987 em projetos nas áreas de recursos humanos, Family Business, Change Management, Coaching e transição de carreiras profissionais. Atualmente, é coordenador do Núcleo de Estudos de Empresas Familiares e Governança Corporativa – ESPM – SP, professor de instituições de ensino superior, como PUC-SP, Fundação Dom Cabral, entre outras, além de autor de livros, palestrante e articulista de veículos de comunicação.

quinta-feira, 11 de setembro de 2008

Prêmios sobre Sustentabilidade.

Resta menos de um mês para o encerramento das inscrições do “Prêmio Itaú de Finanças Sustentáveis”, que vai eleger as melhores matérias jornalísticas e trabalhos acadêmicos desenvolvidos sobre o tema. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas através do site www.itaufinancassustentaveis.com.br até 1º de outubro.
A iniciativa foi desenvolvida pelo Itaú, em parceira com o Instituto Ethos e a consultoria inglesa SustainAbility – internacionalmente reconhecida pela criação do conceito “triple bottom line” - com o objetivo de contribuir na ampliação do debate sobre o tema, ampliando o conhecimento e a participação da sociedade sobre assuntos como Princípios do Equador, microcrédito, eficiência energética, governança corporativa, entre outros.
Importantes acadêmicos e jornalistas já encamparam a idéia e confirmaram a participação na Comissão Julgadora do prêmio, como William Waack (TV Globo), Heródoto Barbeiro (CBN e TV Cultura), Mário Monzoni (FGV), Rosa Maria Fisher (USP) e Cláudio Boechat (Fundação Dom Cabral). Entre os pontos que vão considerar para a escolha dos melhores trabalhos, um dos mais importantes será o olhar inovador sobre o tema tratado.
Participe! Além do prêmio de R$10 mil que o vencedor de cada modalidade receberá, o participante com o trabalho de maior destaque em cada categoria ganha uma viagem de uma semana para Londres, com uma agenda de aprendizado em importantes instituições com destaque em sustentabilidade.

Para mais informações, consulte o regulamento em www.itaufinancassustentaveis.com.br.

Premio Dan Davi.

Estão abertas as inscrições para o premio Dan Davi. O prêmio, no valor de 1.000.000 de Dolares é entregue a três trabalhos de destaque na comunidade científica anualmente. Este ano, o prêmio enfocará os temas abaixo:

PAST:
Astrophysics - History of the Universe
PRESENT:
Leadership
FUTURE:
Global Public Health

quarta-feira, 3 de setembro de 2008

III Jornada Atuarial FEA/USP.

Nos dias 11 e 12 de setembro de 2008 será realizada na Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo a III Jornada Atuarial FEA/USP. Este é um evento oficial do Departamento de Contabilidade e Atuária da FEA/USP, com o apoio da Fundação Instituto de Pesquisas Contábeis, Atuariais e Financeiras (Fipecafi) e o patrocínio da SulAmérica.

Lembramos que a inscrição é gratuita.

terça-feira, 26 de agosto de 2008

Todo ano ocorre o Prêmio Petrobras de Tecnologia que consiste em um
evento organizado pela PETROBRAS, subdividido em diferentes temas, e
tem como objetivo incentivar as Universidades a realizarem trabalhos
acadêmicos na área de Petróleo, Gás e Renováveis. Cada tema tem um
patrono, responsável em constituir uma Comissão de Avaliação dos
trabalhos e coordenar a reunião da Comissão para a escolha do melhor
trabalho em cada categoria:
graduação,
mestrado e doutorado.
Tanto o aluno quanto o professor oreintador são premiados.

Eu sou o patrono do tema Gás Natural e tenho percebido uma
significativa diminuição dos trabalhos nesta área a cada ano. Em 2006
recebemos 25 trabalhos, ano passado recebemos 19 e neste ano só
recebemos 5 até o momento, conforme pode ser visto no e-mail que
segue abaixo. Como houve uma falha no sistema decidiu-se em adiar a
data de inscrição dos trabalhos, dando tempo para que possamos
receber mais trabalhos.
Como as suas Universidades são as principais da Rede Temática de Gás
Natural, gostaria de solicitar a ajuda de V. Sas. de forma a divulgar
esse evento e solicitar aos professores e alunos empenho para
enviarem trabalhos para o Prêmio Petrobras de Tecnologia no tema Gás
Natural.
Atenciosamente
____________________________________
Newton Reis de Moura
Engenheiro Equipamentos
Gerência de Gás e Energia
chave: BR05, e-mail: newton.moura@petrobras.com.br

Prêmio de Incentivo em Ciência e Tecnologia

Estão abertas as inscrições para a sétima edição do Prêmio de Incentivo em Ciência e Tecnologia para o SUS 2008. Em comemoração aos 20 anos do Sistema Único de Saúde (SUS), o prêmio terá uma nova categoria: Experiências bem-sucedidas de incorporação de conhecimentos científicos no SUS. As inscrições podem ser feitas até o dia 29 de agosto, pelo site www.saude.gov.br/premio. No total, o Ministério da Saúde, em parceria com a Associação Brasileira de Pós-Graduação em Saúde Coletiva (Abrasco), distribuirá R$ 60 mil em prêmios.
A categoria especial vai premiar com R$ 20 mil a experiência de incorporação de nova tecnologia ao SUS ou aos serviços de saúde. O pré-requisito é que o relato tenha sido publicado em revista científica indexada ou em anais de congresso científico, no período de 5 de outubro de 1988 a 14 de julho de 2008.
Além da nova categoria, serão mantidas as seguintes: doutorado, mestrado, especialização e trabalho publicado. Podem ser cadastrados trabalhos que tenham sido aprovados em banca, ou publicados no período de 18 de junho de 2007 a 14 de julho de 2008, por pesquisadores, estudiosos, profissionais da área de saúde ou da área científica. Em cada categoria, será premiado um trabalho e outros cinco receberão menção honrosa.
SERVIÇO
Período de inscrições: 15 de julho a 29 de agosto de 2008, pelo site www.saude.gov.br/premio
Categorias:
- Experiências bem-sucedidas de incorporação de conhecimentos específicos no SUS (valor: R$ 20 mil)- Tese de Doutorado (15 mil) - Dissertação de Mestrado (10 mil)- Trabalho Científico Publicado (10 mil)- Monografia de Especialização/Residência (R$ 5 mil)

sábado, 16 de agosto de 2008

Ibmec São Paulo Empreendedorismo

O Fórum de Empreendedorismo de Agosto/2008 trará a empresária Alessandra Ferreira para ministrar palestra sobre empreendedorismo jovem e empreendimentos no Brasil, ressaltando, entre outros aspectos, as características de uma pessoa empreendedora e o papel do associativismo e do networking.

Alessandra Ferreira, tem 31 anos, cursou administração de empresas na Universidade Mackenzie e fez especialização em comércio exterior pela mesma instituição. Atuou como vice-coordenadora do Fórum de Jovens Empresários da Associação Comercial de São Paulo, além de presidente do Conselho de Jovens Empresários da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo, diretora de Jovens Empresários da Fiesp e Vice-Presidente da Confederação Nacional dos Jovens Empresários – CONAJE e presidente do Conselho Estadual de Jovens Empreendedores de São Paulo - Facesp Jovem.

25 de agosto
19h30
Ibmec São PauloRua Quatá, 300 - Vila Olímpia Auditório Steffi e Max Perlman
Inscreva-se gratuitamente no site do IBMEC

quarta-feira, 30 de julho de 2008

Banca

Minha banca da dissertação já conta do currículo Lattes do meu orientador. Carlos Amorim Lavieri

segunda-feira, 21 de julho de 2008

Pesquisa do SEBRAE sobre empreendedorismo

Sebrae-SP divulgou recentemente uma pesquisa para avaliar a importância da inovação em empresas de pequeno e médio porte. Foram avaliados 450 negócios nos setores de comércio, indústria e de serviços. Os números mostram que mais da metade das empresas consultadas promoveu algum tipo de inovação em 2007. O levantamento vai além: informa que quem aplicou recursos em soluções criativas já apresenta resultados. 52% das empresas tiveram crescimento no seu volume de produção e 39% registraram ganhos de produtividade com sua mão-de-obra. As que não implementaram método ou processo inovador, cresceram apenas 27% e tiveram ganhos de produtividade de 20%. Na opinião do professor de empreendedorismo do Ibmec São Paulo, Dirk Thomaz Schwenkow, a inovação é a base para o crescimento de qualquer negócio “A vantagem das pequenas e médias empresas nesse quesito está baseada no trinômio: rapidez, flexibilidade e inovação”, diz. A descoberta de oportunidades não precisa, necessariamente, de grandes investimentos. “Se a empresa estiver focada em descobrir outras necessidades dos clientes e inovar em processos de atendimento ou oportunidades de consumo, certamente obterá um retorno bastante positivo”, afirma Schwenkow. Eis uma oportunidade ainda não captada pelo universo avaliado. Das empresas que investiram em novos métodos ou processos, apenas 6% ouviram as sugestões de clientes. A pesquisa apontou também que 90% dos sócios-proprietários são os principais identificadores de novas oportunidades e que apenas 9% das companhias consultadas oferecem algum tipo de prêmio ou bônus para estimular os funcionários a identificar inovações. Para Schwenkow, a proximidade do corpo diretivo da empresa com o cliente, parceiros e funcionários é fundamental. “O envolvimento de pessoas de diversos segmentos, como clientes, proprietários, funcionários e parceiros do negócio, pode ajudar na criação de idéias criativas e de fácil implementação”, diz o professor.

Fonte: Instituto Empreender Endeavor

sábado, 12 de julho de 2008

Lista de eventos:
Palestras sobre criatividade

Fontes de recurso para empreendedores

As fontes de recursos para capital empreendedor são especializadas em diferentes etapas de vida das empresas. Pode-se segmentar os financiadores de capital empreendedor em:

- Angel Capital e Capital Semente: financiam projetos em etapas iniciais. Nesta etapa, muitos empreendimentos ainda encontram-se em fase de pesquisa. Existem alguns fundos organizados, como por exemplo, o Fundo Novarum, porém, na maioria das vezes, indivíduos que já foram empreendedores financiam os empreendimentos com recursos próprios. No Brasil, a FINEP e SEBRAE também investem ou em fundos de capital semente ou diretamente em alguns empreendimentos; No Brasil há ainda poucos grupos, mas eles já existem.

- Fundos de Venture Capital: financiam empreendimentos, que geralmente já têm um produto desenvolvido e testado. Votorantim Novos Negócios e Intel Capital são exemplos;

- Fundos de Private Equity ou Buyout: financiam empresas mais maduras, que apresentam boas oportunidades de crescimento. Podemos citar GP, Advent, AIG, Pátria, Gávea como investidores desse segmento;

De acordo com a professora Andrea Minardi, o tipo de fonte a ser procurada depende muito do estágio de vida do negócio. Entretanto, podemos afirmar que a maior parte dos recursos dessa indústria está concentrada em fundos de Buyout ou Private Equity. Segundo dados divulgados no Valor Financeiro Especial de Private Equity e Venture Capital (setembro de 2007), apenas 10% do capital investido nesse tipo de fundo no Brasil são direcionados para Venture Capital e Capital Semente. Vale a pena conhecer também as fontes de financiamento público, como a FAPESP.
(fonte: Arquivos IBMEC, adaptado)

II Prêmio Endeavor & Exame PME de Empreendedorismo.

Premiação seleciona grandes empreendedores
Estão abertas as inscrições para o II Prêmio Endeavor & Exame PME de Empreendedorismo. O prêmio reconhece empreendedores com forte capacidade de realização para conduzir e alavancar a curva de crescimento de seus negócios.

A primeira seleção escolherá 12 finalistas que serão avaliados pelo júri, formado por grandes empresários e empreendedores brasileiros. A etapa final da seleção contará com três vencedores, representando as seguintes categorias: Histórico de Realizações, Inovação e Potencial de Crescimento.

Entre os nomes escolhidos para a banca do prêmio de 2007 estavam: Luiza Helena Trajano, fundadora do Magazine Luiza, Luiz Gemignani, presidente da Promon, e Edson Vaz Muza, controlador da Caloi.

As inscrições estão abertas até o dia 5 de agosto de 2008, pelo site da Endeavor.

sexta-feira, 11 de julho de 2008

Ciclo de Palestras sobre Criatividade, Inovação e Empreendedorismo da Agência USP

O Ciclo de Palestras sobre Criatividade, Inovação e Empreendedorismo da Agência USP de Inovação terá inicio no dia16/07/2008 às 11h30min com a palestra "Lei de Inovação Paulista e seus Impactos na Pesquisa" da Dra. Susana costa e do Dr. Paulo Roberto Trautevein Gil – Agência USP de Inovação.

A palestra será na Universidade de São Paulo - Prédio da Engenharia Civil da Escola Politécnica da USP – andar superior - Sala Bandeirantes (mapa anexo).

Inscrições gratuitas em www.inovacao.usp.br

quinta-feira, 12 de junho de 2008

13º Prêmio Excelência em Varejo PROVAR

Inclua seu artigo no livro “Varejo Competitivo - 13º Edição” e concorra a uma bolsa de estudos e visitas nos Estados Unidos ou Europa.

Prêmio
Os melhores trabalhos serão publicados pelo PROVAR em livro da já tradicional série Varejo Competitivo, da Saint Paul Editora, que já recebeu a certificação QUALIS A da CAPES em um de seus volumes.
Um dos trabalhos publicados receberá o Prêmio Excelência em Varejo, patrocinado pela Felisoni & Associados.
A título de estímulo, a Felisoni & Associados oferecerá uma bolsa (valor do curso, não inclui passagem e estada) a um dos autores do trabalho laureado para viagem de estudos, realizada pelo PROVAR, aos Estados Unidos ou Europa.

Objetivo
O Prêmio Excelência em Varejo PROVAR, já em sua décima terceira edição, tem por propósito estimular a produção de trabalhos originais de interesse do varejo de bens e serviços.

Candidatos
Podem inscrever trabalhos: pesquisadores, professores, profissionais e alunos (graduação/pós-graduação).

Áreas de conhecimento para inscrição de trabalho
Contabilidade, economia, finanças, marketing, operações e recursos humanos na área de administração de varejo.

Realização:
PROVAR – Programa de Administração de Varejo
FIA – Fundação Instituto de Adminsitração

Mais informações
Tel.: 11 3894-5010

terça-feira, 10 de junho de 2008

INFORMATIVO DA UMC Lapa


UMC apresenta projetos de negócios e inovações
Nos dias 4 e 5 de junho, o campus Villa Lobos Lapa da UMC, em São Paulo, recebeu milhares de pessoas puderam conferir a 3ª Feira de Negócios e Inovação Tecnológica. O objetivo era apresentar os projetos desenvolvidos pelos alunos concluintes do Curso Superior de Tecnologia em Processos Gerencias ou Gestão Empresarial. Além da exposição, os participantes puderam assistir a palestras de ex-alunos que tiveram seus projetos tornados reais no mundo dos negócios, e que foram lançados com sucesso no mercado empresarial. Segundo o professor Paulo Roberto Silva dos Santos, que coordenou o evento juntamente com o professor e colega José Pereira Castro, "a feira é uma colação de grau na prática, pois os alunos festejam e apresentam tudo que aprenderam durante os quatro semestres de curso". A feira deste ano superou as expectativas. Além da comunidade acadêmica, vários empresários e vizinhos da Universidade compareceram ao evento. Que contou com a colaboração da UMC e dos alunos de cursos de Sistema de Informação, com supervisão do professor Clau Shia, que ajudaram na construção dos sites dos projetos divulgados na feira, agregando recursos de tecnologia com o conhecimento da técnica de negócios. "A UMC apóia com o espaço para a divulgação, mas o esforço para a realização do evento é todo dos alunos", diz Santos. Alguns projetos realizados pelos alunos podem ser encontrados no site http://www.fazendoweb.com/proj2/index.html, como o projeto TDB Tech Biometria que apresentou um aparelho de identificação por meio da leitura óptica, que como outros projetos está em fase de construção e será lançado no segundo semestre deste ano.
Extraído do site www.umc.br

XXV Simpósio de Gestão da Inovação Tecnológica

Prezados Senhores,

Lembramos que o prazo para submissão de trabalhos para o XXV Simpósio de Gestão da Inovação Tecnológica – Simpósio 2008, que ocorrerá na cidade de Brasília-DF no período de 22 a 24 de outubro encerra-se dia 20 de junho próximo.

Atenção: por ocasião da submissão de seu trabalho, um resumo ampliado, para possível análise prévia, com no mínimo 800 e no máximo 1000 palavras, em um único parágrafo, deverá ser enviado, em separado. Este resumo deverá descrever os objetivos do trabalho, uma breve descrição da metodologia empregada, os principais resultados obtidos e as contribuições teóricas e gerenciais do paper. O resumo será enviado (através de "copiar e colar") em separado, na primeira página de submissão do sistema.
Outro resumo, com no mínimo 10 e no máximo 15 linhas, em um único paràgrafo, no mesmo idioma do trabalho (sem abstract) deverà constar obrigatoriamente como parte integrante do trabalho em si, constando na primeira pàgina do mesmo.

No ato da submissão dos Trabalhos, a inclusão de todos os autores deve ser feita com seu nome por extenso no momento do upload. Em hipótese alguma será aceito a inclusão de autor após a submissão.
Solicitamos divulgar junto a seu colegiado.

Atenciosamente,

Rosangela de Brito e Cunha
Secretária da ANPAD
Tel: (55 21) 2138 9276
Fax: (55 21) 2138 9277

sábado, 7 de junho de 2008

3ª FEIRA DE NEGÓCIOS NA RADIO BANDEIRANTES

Caros Profissionais do Ensino

Gostaria de dividir este momento especial em minha carreira acadêmica com todos!! Estou recebendo um elogio nada menos que... José Paulo de Andrade (Rádio Bandeirantes) veja o programa do dia 05/06/08 às 11:28hs..
http://radiobandeirantes.terra.com.br/noticias.asp?PDT=100&ID=256

www.umotimoempreendedor.com

terça-feira, 3 de junho de 2008

Palestra Inovação na USP - 11/06

Quero convidá-lo a participar do Ciclo de Palestras sobre Criatividade, Inovação e Empreendedorismo da Agência USP de Inovação que terá inicio no dia 11/06/2008 as 11h30min com a palestra "Inovação e Estratégia na Idade Moderna – O Papel Pioneiro de Portugal." do Professor TESSALENO CAMPOS DEVEZAS, Universidade da Beira Interior, Portugal.
A palestra será na Universidade de São Paulo - Prédio da Engenharia Civil da Escola Politécnica da USP – andar superior - Sala Bandeirantes.

Informações e confirmação de presença em www.inovacao.usp.br

Conto com sua presença.

Alexandre Venturini Lima
Agente de Inovação
Agência USP de Inovação
11 3091.2934
www.inovacao.usp.br

3ª FEIRA DE NEGÓCIOS & INOVAÇÃO TECNOLÓGICA


segunda-feira, 2 de junho de 2008

Prêmios Santander de Empreendedorismo e Ciência e Inovação

Estão abertas, até 22 de agosto, as inscrições para a 4ª Edição dos Prêmios Santander de Empreendedorismo e Ciência e Inovação. A iniciativa premiará os melhores projetos de estudantes, professores e pesquisadores universitários cujas idéias inovadoras contribuam para o desenvolvimento sustentável do País.

Neste ano, o Banco Santander irá conceder R$ 350 mil em prêmios sendo R$ 50 mil para cada vencedor das sub-categorias dos prêmios de Empreendedorismo e Ciência e Inovação. Entre as novidades da edição 2008 está a oferta de um curso de empreendedorismo on-line. No curso, que é gratuito, os candidatos poderão conhecer passo a passo os conceitos básicos de um plano de negócios, noções sobre planejamento financeiro para empreendedores, introdução à pedagogia empreendedora dos sonhos, entre outros temas. Nesta área também estará disponível uma coletânea de artigos e entrevistas sobre empreendedorismo; material de apoio para a elaboração do resumo executivo dos projetos (dicas, resumo dos critérios de avaliação, erros mais comuns etc) e fóruns de discussão on-line em que participantes e coordenadores possam postar as dúvidas a serem respondidas pela equipe do Núcleo de Empreendedorismo da Fundação Dom Cabral - entidade parceira dos Prêmios Santander.

Nesta 4ª edição, os ganhadores dos prêmios Santander terão a oportunidade de apresentar seus resumos executivos e planos de negócios às principais empresas de Venture Capital do País como mais um incentivo à implementação de suas idéias. Outra novidade é que o evento final dos ganhadores dos Prêmios será realizado durante a Semana Global de Empreendedorismo da Endeavor, de 17 a 23 de novembro de 2008. Um dos premiados, inclusive, poderá ser divulgado durante o evento como case de sucesso.
Inscrições:

Podem se inscrever na categoria Empreendedorismo, graduandos e pós-graduandos matriculados em IES (Instituições de Ensino Superior) parceiras do Universia e/ou Banco Santander. Ao todo, há quatro categorias disponíveis, são elas:

· Indústria: compreende um conjunto de atividades econômicas que tem por finalidade a manipulação e a exploração de matérias-primas e fontes energéticas, bem como a transformação de produtos semi-acabados em bens de produção ou consumo.

· Tecnologia da Informação e Comunicação: inclui atividades como processamento de informações e comunicação de dados, teleinformática, automação industrial, microeletrônico, instrumento digital, programas de computador e serviços técnicos de informática, entre outros.

· Biotecnologia: abrange as atividades que utilizam organismo vivos na fabricação de produtos ou no controle do meio ambiente.

· Cultura e Educação: projetos ligados a criação e difusão irrestrita de belas-artes, ciências humanas e afins que utilizem o universo de formas culturais, como a música, a literatura, o cinema, entre outros, e contribuam para a sustentabilidade das comunidades onde serão inseridos.
Já a categoria Ciência e Inovação recebe inscrições de pesquisadores ou doutores formados que exerçam atividades em IES parceiras do Universia e/ou Banco Santander. Ao todo, há três categorias disponíveis, são elas:

· Indústria: compreende um conjunto de atividades econômicas que tem por finalidade a manipulação e a exploração de matérias-primas e fontes energéticas, bem como a transformação de produtos semi-acabados em bens de produção ou consumo.

· Tecnologia da Informação e Comunicação: inclui atividades como o processamento de informações e comunicação de dados, teleinformática, automação industrial, microeletrônico, instrumentação digital, programas de computador e serviços técnicos de informática, entre outros.

· Biotecnologia: abrange atividades que utilizam organismos vivos na fabricação de produtos ou no controle do meio ambiente.
Seleção de ganhadores

Serão realizadas três etapas regionais e uma etapa final para premiar os respectivos vencedores de cada categoria. A etapa regional Sudeste será realizada em São Paulo, a regional Sul, em Porto Alegre e a Norte, Nordeste e Centro-Oeste, em Salvador. A final nacional também será realizada na capital paulista. A seleção e a validação dos projetos de Empreendedorismo ficarão sob a responsabilidade do professor e consultor Fernando Dolabela e do professor Afonso Cozzi, do Núcleo de Empreendedorismo da Fundação Dom Cabral. Os projetos de Ciência e Inovação estarão sob avaliação e julgamento de uma comissão de pesquisadores vinculados a instituições científicas sob a coordenação do professor e pesquisador Adolpho Melfi, vice-presidente da ABC (Academia Brasileira de Ciências).

Mais informações sobre esta edição e as edições anteriores dos Prêmios Santander podem ser obtidas no endereço: www.universia.com.br/premiosantander

1.2. O Prêmio Santander de Empreendedorismo será concedido a “Planos de Negócio” inovadores desenvolvidos exclusivamente por graduandos e pós-graduandos desde que devidamente matriculados durante o período da inscrição, em IES – Instituições de Ensino Superior brasileiras e reconhecidas pelo MEC e que sejam parceiras do SANTANDER e/ou do UNIVERSIA, que atendam os requisitos listados neste Regulamento.

Inovação e Estratégia na Idade Moderna: O papel de portugal.

Conferência do professor Dr. Tessaleno Devezas no dia 11/06 a partir das 19:30 - horário em que iniciamos a recepção - no Sophia Eventos (pertencente à Profa. Dra. Anna Mathilde Pacheco Chaves). Informações sobre resumo da palestra, A palestra deverá ser iniciada por volta das 20:15.

􀀨Data: 11/06/08 às 19:30 horas
􀀨Local: Sophia Eventos
􀀨R. Ribeiro do Vale, 236
􀀨Brooklin Paulista, São Paulo
􀀨Inscrições: gratuitas até 09/06/08
􀀨Envie: Nome, RG, Instituição
􀀨 Para: sophiaeventosbr@gmail.com

Resumo:

É comum entre os historiadores considerar como ponto de transição entre a Idade Média e a Idade Moderna a tomada de Constantinopla em 1453 pelos Turcos Otomanos. Por outro lado, entretanto, muitos têm sido os cientistas sociais e políticos, historiadores e economistas que têm sugerido que o verdadeiro início da Idade de Moderna deve ser considerado com a chegada de Vasco da Gama em Calicute em 1498, não apenas por marcar o início de uma revolução global na forma dos humanos comunicarem-se e permutarem bens e informações, mas por constituir a verdadeira gênesis do processo hoje conhecido como globalização.
Nesta discussão serão apresentadas duas provas irrefutáveis do pioneirismo de Portugal na introdução dos caminhos marítimos para a troca de informações e produtos em substituição aos caminhos terrestres iniciados pelos Romanos cerca de dois milênios antes. Uma prova é de natureza factual e traduzida pela arte Japonesa dos Biombos Namban. E a outra é uma prova científica baseada no modelo de transição de potências desenvolvida por Devezas-Modelski, que evidencia também o pioneirismo de Portugal nas inovações técnicas e geoestratégicas que levaram a um novo tipo de império, o primeiro império marítimo do mundo.

E, seria um imenso prazer se pudessem comparecer. Pedimos confirmação. Neste caso bastaria retornar uma resposta a esta mensagem confirmando a sua presença.

Abraços

Profa. Dra. Rose Mary A. Lopes

domingo, 1 de junho de 2008

BERÇO DE NOVAS EMPRESAS

3ª Feira de Negócios e Inovação Tecnológica. A UMC Lapa, Parque Villa-Lobos vai promover na semana, de 4 a 5 de Junho 2008, das 18h00 às 22h00, a 3ª Feira de Negócios e Inovação Tecnológica. O projeto faz parte das atividades acadêmicas do Curso Superior de Tecnologia em Processos Gerenciais (Gestão Empresarial). Projeto executado pelos alunos, sob a supervisão dos professores José Pereira Castro e Paulo Roberto Silva dos Santos. Concomitante à realização da feira, teremos palestras de ex-alunos que tornaram seus projetos negócios reais, lançando-se no mercado empresarial com sucesso.

quarta-feira, 28 de maio de 2008

V SEMPRE - 5º Seminário de Empreendedorismo do Sul de Minas

O V SEMPRE - 5º Seminário de Empreendedorismo do Sul de Minas - acontecerá nos dias 11, 12, 13 e 14 de junho de 2008, no campus da Universidade Federal de Itajubá - UNIFEI - em Itajubá, MG.

O evento reunirá diversos especialistas que discutirão variados temas relacionados a Empreendedorismo. Dentre eles, destacam-se o Prof. Dr. Scott A. Shane, professor da Weatherhead School of Management da Case Western Reserve University, em Cleveland, Ohio, EUA. Autor de vários livros e de dezenas de artigos científicos sobre Empreendedorismo, o Prof. Shane é hoje considerado um dos maiores pesquisadores do assunto no mundo. Teremos ainda a presença do Prof. Robert E. Wiltbank, da Willamette University em Salem, Oregon, EUA, atuante na área de Gestão Estratégica e Empreendedorismo e autor do maior estudo já feito nos EUA sobre Angel Investing - sua especialidade. Na mesma linha do Prof. Wiltbank teremos o Prof. Antônio José Junqueira Botelho, pesquisador brasileiro da área de Capital de Risco, e coordenador do Núcleo de Empreendedorismo e Inovação da PUC-Rio.

O evento terá palestras nos dias 11 e 12, e cursos específicos também. Haverá um mini-curso sobre Angel Investing com os Professores Wiltbank e Botelho no dia 11, com duração de 4 horas, e um curso sobre Empreendedorismo com o Prof. Scott Shane nos dias 12, 13 e 14, com duração de 14 horas ao todo. O evento terá também apresentações de pôsteres, que poderão ser visualizados durante todo o evento.

Mais informações como a chamada de pôsteres, horários, investimento e direções podem ser encontradas no site www.vsempre.com. Qualquer dúvida pode ainda ser dirimida pelo e-mail: contato@vsempre.com.

Atenciosamente,
Equipe Organizadora

V SEMPRE - 5º Seminário de Empreendedorismo do Sul de Minas
UNIFEI - Universidade Federal de Itajubá - Itajubá, MG, 37500-903
(35) 3629-1338 - www.vsempre.com
Profª Valéria F. Leite

quarta-feira, 14 de maio de 2008

Palestra do Pedro Mello - Rasga mata

Passei os últimos dois dias trabalhando e ouvindo a videoteca endeavor. Vale muito a pena. Assisti a palestra do Pedro Mello, e fiquei pensando que devia conhecer isso muito antes quando trabalhei com web e quando trabalhei com obras...

sábado, 3 de maio de 2008

Fórum Mensal do Centro de Empreendedorismo do IBMEC

PLANOS DE NEGÓCIOS
Grande parte das empresas que necessitam crescer, ou de jovens empreendedores que estão iniciando um grande projeto, se deparam com a falta de recursos financeiros para que este novo projeto se torne realidade.Por outro lado existe um grande volume de fundos de capital ávidos a investir em novos negócios. Porém, este investidores se deparam com empresários e empreendedores despreparados, o que causa um grande desencontro.
Por isso, nesta edição do Fórum Mensal do Centro de Empreendedorismo do IBMEC SÃO PAULO, vamos discutir como aproximar as duas partes, através de um documento que sintetiza as principais idéias do negócio e sua atratividade para investidores: O plano de negócios.

Alexandre MassaFormado em Administração de empresas pela Universidade Mackenzie. Abriu sua primeira empresa com 14 anos a segunda com 16. Morou por 1 ano nos EUA e desde o seu retorno, a 8 anos, trabalhou em multinacionais como Philips, Citibank, Automatos Virtus e já abriu 5 empresas no mesmo período. Hoje, aos 25 anos, é Sócio Fundador da InvisibleIdeas (www.invisibleideas.com.br) uma empresa de participações focada no fomento e capacitação de Capital Semente, é também sócio fundador do site de E-Commerce Achado.com.br (www.achado.com.br) e esta montando a primeira rede nacional de Fast-Food Saudável..

sexta-feira, 28 de março de 2008

Marketing de Relacionamento – uma rede real de Pessoas

Marketing de Relacionamento – uma rede real de Pessoas
Data: 02/04/2008 • Horário: 9h - 11h (Welcome Coffee 8h30) • Local: Ibmec São Paulo

Você está convidado para discutir relacionamento no próximo Workshop da Endeavor. Luna Gutierres, Vice Presidente de Planejamento da agência R.EPENSE, abordará o tema marketing de relacionamento como estratégia corporativa, e não somente como ferramenta de comunicação.Venha saber, com base em conceitos já comprovados e testados por diversos segmentos da indústria, qual o futuro do relacionamento entre as empresas e seus públicos de interesse. Hoje, qualquer ação desenvolvida pela marca deve envolver marketing de relacionamento, seja com mais ou menos intensidade, com muitas ou poucas mídias, com alto ou baixo investimento.

Biografia
Luna Gutierres é Vice Presidente de Planejamento da R.EPENSE. Formada em Direito, especializada em Marketing e com MBA pelo IBMEC. Com mais de 20 anos de experiência no PLANEJAMENTO e IMPLANTAÇÃO de Programas de Relacionamento, Lead Generation, Venda-Direta e Programas de Fidelização, Luna atuou como diretora de Atendimento e Planejamento e como Gerente geral de expressivas agências como: Greyzest Direct (Atual G2), Souza Aranha, Salem e Thompson (JWT). É professora de CRM na ESPM São Paulo e do Curso de Especialização da ABEMD. Atuou em dezenas de projetos de relacionamento. CLIENTES ATENDIDOS: Banco Itaú, Cremer, Fundação Abrinq, Fundação Abrinq, Fundação Dom Cabral, HSM, MIcrosoft, Onduline, Organon, Aché, America Online, Astrazeneca, Autoban, Benq- Siemens, Bradesco, CVC, DEll, Eli Lilly, Embratel, EMC, Estadão, GM,Faber- Castell, Ferrosan, Hospital Sírio- Libanês, Intel, Leo Madeiras, Melita, Oracle, Pial, Legrand, Pirelli, Renault, Senac, Shopping Iguatemi entre outros.
http://www.endeavor.org.br/index.asp?conteudo_id=26

segunda-feira, 10 de março de 2008

Simpósio de Gestão da Inovação Tecnológica

É com satisfação que lançamos a chamada de trabalhos para o XXV Simpósio de Gestão da Inovação Tecnológica e convidamos estudiosos e profissionais, do Brasil e do exterior, a apresentarem os resultados de suas pesquisas e experiências sobre os diversos temas que constam deste documento. O tema central escolhido é Inovação, Cultura e Empreendedorismo. Saiba mais no site http://www.anpad.org.br

quinta-feira, 6 de março de 2008

A história de Thai Quang Nghia

A história de Thai Quang Nghia ilustra fielmente o que é ser empreendedor. Thai é fundador da Goóc, marca de calçados, roupas e acessórios feitos de lonas e pneus (mais de 1 milhão) reciclados que está atualmente expandindo para outros mercados. Dotado de habilidades comerciais e pesquisador inquieto, Thai começou seu negócio vendendo um estoque de bolsas, que ganhou como pagamento de uma dívida.Pela sua trajetória e conquista, Thai é um dos 64 Empreendedores Endeavor. Com sua dedicação e determinação, ele conseguiu se estabelecer em um mercado extremamente competitivo. Conheça os desafios desse empreendedor e como ele consegue avaliar, alinhar e manter uma equipe motivada.

Biografia
Thai Quang Nghia, vietnamita e fundador da Goóc, chegou ao Brasil na década de 70, abdicando ao regime comunista instalado em seu país. Estudou matemática na USP e Administração de empresas no Mackenzie (SP). Autodidata, Thai fez seu primeiro investimento ao chegar ao Brasil: um dicionário. Atualmente, Thai emprega quase mil colaboradores em três unidades industriais: duas em São Paulo e outra em Feira de Santana, na Bahia – local onde pretende focar a produção total de sandálias e chinelos de borracha, nos próximos anos. Em 2006, Thai foi selecionado pelo Instituto Empreender Endeavor como um dos melhores empreendedores do Brasil, e recebeu o prêmio de empreendedorismo Endeavor e Revista Você S/A.


Caminhando com a Goóc - lições de um empreendedor
Data: 12/03/2008 • Horário: 9h - 11h (Welcome Coffee 8h30) • Local: Ibmec São Paulo
Inscrições na Endeavor

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2008

Empresariado reage e ataca idéia de demissão imotivada

Patrícia Acioli


Na contramão do processo de simplificar as questões trabalhistas, a classe empresarial denuncia que ratificar a Convenção 158 da Organização Internacional do Trabalho (OIT) é um retrocesso e uma iniciativa contra-produtiva. Segundo estudo do consultor da Confederação Nacional da Indústria (CNI), José Pastore, no Brasil já existe uma rede de proteção ao empregado que é baseada no custo empresarial para formalizar a dispensa.O documento produzido por Pastore indica ainda que do total de 180 países, que fazem parte da OIT, apenas 34 ratificaram esta Convenção, entre eles a Etiópia e o Gabão. Segundo o estudo, a soma de países que não ratificou a Convenção é responsável por 88,6% do PIB mundial. Esses países não aderiram por uma série de razões, "mas principalmente porque ela é inadequada ao ambiente globalizado, onde a competitividade econômica é imprescindível", conforme consta do estudo.Para Luis Antonio Flora, diretor da assessoria jurídica da Fecomércio, o assunto não é novo e não passa de um balão de ensaio para ser transformado mais adiante em moeda de barganha no Congresso. "Não existe estabilidade absoluta", afirma. Flora conta que o governo desenterrou um debate antigo e que a demissão imotivada já foi testada no Brasil e não deu certo, tendo sido revogada em 1997. O diretor jurídico da entidade diz que o Supremo Tribunal Federal (STF) se pronunciou contrariamente sobre o tema, ao argumentar que um tratado não pode se sobrepor à disposição de uma lei complementar.De acordo com a Convenção 158, o trabalhador apenas poderá ser desligado da empresa, caso ela passe por dificuldade econômica, mudança tecnológica ou por ineficiência própria do empregado. Mas o ritual burocrático que ela impõe, desagrada a classe empresarial. "o empregado tem o direito de discordar e contestar, contando, inclusive, com a ajuda do seu sindicato. Essa contestação pode ser direta e oral ou em reuniões, por carta, via dirigentes sindicais. Ela pode se repetir várias vezes. Nos países onde há esse sistema, o desligamento demora de 6 a 12 meses", explica o documento.Os reflexos dessa burocracia devem recair na redução de vagas de trabalho e no aumento da informalidade. O consultor da CNI ressalta também que o procedimento poderá acirrar o clima de conflito dentro das empresas. Em países como Espanha, Portugal e França, que ratificaram a Convenção 158, houve aumento do desemprego.A classe empresarial denuncia que ratificar a Convenção 158 da Organização Internacional do Trabalho (OIT), que dificulta a demissão sem justa causa, é contraprodutivo para o País

terça-feira, 26 de fevereiro de 2008

Viagem ao Mundo do Empreendedorismo

Vejam este livro disponível eletronicamente:

Título do Livro: Viagem ao Mundo do Empreendedorismo.
Autores Rita de Cássia da Costa Malheiros, Luiz Alberto Ferla e Cristiano J.C de Almeida Cunha
IEA - Instituto de Estudos Avançados
2005, editado em Florianópolis
Link:
http://www.iea.org.br/webteca/LivroVME-2aEd-internet.pdf

FGV Latin Moot Corp

Caros Amigos Empreendedores,

Estamos a quase uma semana da oitava edição do FGV Latin Moot Corp, a maior competição de planos de negócios voltada a alunos de pós-graduação em países de língua latina. Gostaria muito de contar com a presença de vocês nos dias 5, 6 e 7 de março, durante toda a competição e gostaria de pedir a vocês para divulgarem o concurso entre os contatos de vocês. Este ano o concurso trás uma série de inovações, como uma seção de feedback na quarta-feira a tarde, a feira dos negócios na quinta-feira pela manhã e um rodada semifinal, na sexta-feira. O concurso terá ainda US$ 17.000,00 em premiações e, além de o primeiro colocado ser automaticamente indicado para a final global no Texas, concorrendo a US$ 100 mil, o segundo colocado será convidado a participar da Stuart Clark Business Plan Competition, no Canadá.

Conto com a presença de vocês. Um abraço,

Rene José Rodrigues FernandesLatin Moot Corp DirectorCentro de Empreendedorismo e Novos NegóciosFundação Getulio Vargas

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2008

História dos empreendedores paulistas.

Os empreendedores que fizeram São Paulo em sua fase de crescimento explosivo, como o Conde Matarazzo tem uma obra para contar sua história. Trata-se do livro Pioneiros e Empreendedores de Jacques Marcovitch, lançado pela EDUSP. É um ótimo livro e conta a vida de:
Família Prado.
Leon Feffer
Julio Mesquita
Roberto Simonsen
Jorge Street
Nami Fafet
e Francisco Matarazzo.

Nessa obra você fica sabendo por exemplo quem foi D. Veridiana, o barão de iguape, ou ainda como nasceu o comércio da rua 25 de março.
Recomendo.

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2008

Desafio FGV - Intel

DESAFIO GV - INTEL -Fase 1 em 30 de Junho de 2008
Prezados professores,
Gostaria de compartilhar com todos a apresentação preliminar do III Desafio GV-INTEL de Venture Capital e Empreendedorismo.Esta é uma competição de planos de negócios realizada pelo GVcepe (Centro de Estudos em Private Equity e Venture Capital da FGV) com o apoio do GVcenn (Centro de Empreendedorismo e Novos Negócios), do qual o Rene participa.No Desafio GV-INTEL, similarmente ao Moot Corp realizado pelo GVcenn, os participantes mais bem colocados recebem prêmios em dinheiro e são convidados para participar de uma competição internacional na Universidade da Calfórnia em Berkeley. A grande diferença entre essas competições é que o Desafio GV-INTEL acontece no 2o. semestre e podem participar alunos de graduação, pós-graduação e recém-formados de todo o Brasil.Assim, esta é uma das importantes iniciativas da FGV na qual gostaríamos de contar com a colaboração de vocês, apoiando seus alunos a participarem desse tipo de experiência educacional prática.
Mais informações no site www.fgvsp.br/desafio.
Quaisquer dúvidas estou à disposição. Quem quiser pode também conversar com o Siqueira que foi o orientador da equipe vencedora na 1a. edição!
Abs,
Tiago de Melo Cruz - EAESP - FGV

sábado, 16 de fevereiro de 2008

O palhaço e o empreendedor.

No governo brasileiro tá cheio de gente que acha que o empreendedor é um palhaço!
Fonte:
http://www.flickr.com/photos/ullissima/

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2008

O Centro de Empreendedorismo do IBMEC SÃO PAULO, tem o prazer de convidá-lo para o Seminário Acadêmico Internacional:

"Tendências de Pesquisas Acadêmicas em Empreendedorismo"
O estudo acadêmico do empreendedorismo representa uma grande oportunidade para pesquisadores brasileiros. Trata-se de um campo de grande abrangência, que permite estudos interdisciplinares com estratégia, economia, marketing, inovação, operações, finanças, estudos organizacionais, tecnologia, entre outras, além de especializações verticais como empreendedorismo corporativo, family business, empreendedorismo étnico (ou minorias), empreendedorismo e gênero, educação empreendedora, entre outros temas. Este campo é carente de estudos científicos no Brasil e as oportunidades são inúmeras. A produção acadêmica nacional é pequena em relação ao volume produzido em outros países. O Prof. Alan Carsrud, professor da Florida International University e da Abo University na Finlândia e diretor do Eugenio Pino & Family Global Entrepreneurship Center, vem ao Brasil para apresentar as principais tendências mundiais de pesquisa em empreendedorismo e discutir as oportunidades de publicação nos periódicos mais relevantes da atualidade no campo.
Palestrante
Alan Carsud
Professor da Florida International University e da Abo Akademi University - Finlândia.
Foi professor em diversas Universidades, tais como Southwestern University, University of Texas e State University of York.
Recebeu diversos prêmios e subsídios, entre eles:
Family Global Entrepreneurship Center - 2004;
Erwing; Erwing Kauffman Foundation, 2004-2009;
Finnish Academy for the comparative study of Biotechnology startups, 2001-2002.
United States Association for Small Business & Entrepreneurhsip, 1995.
International Council of Small Business, 1990.
Tem diversas publicações acadêmicas , tais como: Journal of Enterprising Culture, Entrepreneurship Theory and Practice; International Journal of Biotechology; Family Business Review; European Business Journal; Entrepreneurship and Regional Development, entre outros.

Agenda
14:00h
Abertura
14:10h
Palestra
15:20h
Debate
17:00h
Café de encerramento

Data:
03 de março de 2008 (segunda-feira)
Horário:
14h00
Local:

Sala Max Feffer - 3º andarCampus IBMEC SÃO PAULORua Quatá, 300 - Vila Olímpia
O seminário será transmitido em inglês e não contará com tradução simultânea.
Evento gratuito. Vagas limitadas.
Confirme sua presença pelo e-mail contato@ibmecsp.edu.br.

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2008

Produzindo Inovação no MIT.

Estão abertas as inscrições para o:
International Development Design Summit

Trata-se de um encontro onde professores, alunos e profissionais de diversas áreas fazem um esforço conjunto para buscar novas tecnologias. Há bolsas disponíveis.
Saiba mais em:
http://www.iddsummit.org/

quarta-feira, 23 de janeiro de 2008

MIT G-Lab empreendedorismo

Agência FAPESP – Representantes do MIT Sloan School of Management, escola de negócios do Instituto de Tecnologia de Massachussetts, vão apresentar, no dia 24 de janeiro, em Campinas, a dinâmica de trabalho de seu laboratório de empreendedorismo, o G-Lab.

Trata-se do evento "MIT G-Lab: a experiência global em empreendedorismo do MIT e as empresas brasileiras", onde alunos do curso de MBA do instituto vão explicar como funcionam os processos e a metodologia de trabalho do G-Lab, com foco nas atividades da DigitalAssets, empresa selecionada para o atual ciclo de consultorias.
O evento será realizado em inglês, sem tradução simultânea. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas no site da Agência de Inovação da Universidade Estadual de Campinas (Inova Unicamp).
Centro de Convenções da Unicamp – Salão II Rua Elis Regina Cidade Universitária "Zeferino Vaz"
Barão Geraldo - Campinas - SP15:30 às 15:45 – Abertura com Ricardo Normand. Associado da Jardim Botânico e responsável pela análise e gestão de projetos do Fundo Novarum.
Conteúdo: Histórico dos projetos do MIT, a importância do G-Labs para as empresas.
15:45 às 16:45 – Apresentação do programa "G-Lab" com Gabriel Quezada, Vikas Khandelwal, Michael Kolman e Glenn Wilson, alunos do programa de MBA do Mit Sloan School Of Management.
Conteúdo: Estrutura do curso, formas de apoio, e depoimento sobre a contribuição desse programa para a formação profissional dos alunos de MBA
16:45 às 17:00 – Kleber Bacili. Diretor de tecnologia da DigitalAssets. Co-fundador da DigitalAssets e responsável pela operação da empresa.
Conteúdo: Importância do programa para as estratégias da DigitalAssets e resultado obtidos com o programa.
17:00 - Debate com participação da platéia
Moderador: Roberto Lotufo, Diretor Executivo da Agência de Inovação Inova Unicamp
17:30 Encerramento

segunda-feira, 21 de janeiro de 2008

Esquerda e Direita.

Após um debate acalorado com amigos, alguns da típica elite esquerdista, e outros da elite de direita, caiu a ficha... elas pouco diferem.
O discurso da esquerda brasileira é a seguinte:
O pobre, coitado, não recebeu educação adequada e é um explorado dentro do jogo capitalista. Por isso não se deve dar dinheiro ao pobre, que continuará sendo explorado, e vai gastá-lo sem consciência. Como ele está em péssimas condições, é função do estado suprí-lo com uma série de serviços, que ele precisa pois não tem condições de obter de outra forma: Escola, Hospital, vale transporte, etc... Esses serviços deveriam ser bem oferecidos pelo estado, mas infelizmente os administradores destes orgãos são todos uns corruptos incompetentes, e assim o Brasil continuará no terceiro mundo por anos, até que pessoas de bom coração tomem o poder, coisa impossível com essa elite que temos ai... Garçom, outra cerveja...
A visão da direita é a seguinte:
O pobre, safado, é um vagabundo por natureza, e como não recebeu educação, vai ficar nessa. Se ele recebe dinheiro do estado, vai gastar em pinga... Veja só o bolsa esmola, o cara que recebe isso, não precisa mais trabalhar e como se sabe, "o trabalho enobrece o homem". Assim, o certo é deixá-lo o mais longe possível do dinheiro do governo. O estado, por outro lado, se bem gerido poderia resolver esses problemas, oferecendo uma educação de qualidade em longo prazo, e segurança (cadeia) no curto. O problema é essa corja de petistas e funcionários públicos que estão no poder. Se uma reforma administrativa for bem feita, teremos um país de primeiro mundo. Garçom, outra cerveja...
A minha visão é a seguinte:
O estado é pouco eficiênte como prestador de serviços pelo seu tamanho e características. (direita) Por outro lado, o jogo está muito desequilibrado no Brasil, e nosso capitalismo é uma farsa (esquerda). No entanto acredito que somente com o esforço individual e o despertar da capacidade empreendedora de cada um esse país vai longe. Isso implica em deixar com cada pessoa a responsabilidade pelo futuro do país, mas também pelo próprio futuro. Desta forma, essa visão que vê as classes mais baixas como "o malandro zé carioca", ou como "o ingênuo Zeca Tatu", ignora a capacidade destas pessoas de empreenderem e serem afinal solução e não problema. Implica em acabar com um estado que coleta 40% do PIB e devolve serviços (ruins). Vamos deixar claro, que acredito em distribuição de renda, e não de serviços. Quer acredito que cada um deva receber DINHEIRO do estado, e deva gastar como bem entender. Se a dona Maria gastar tudo que recebe do estado em pinga, e não sobrar dinheiro para pagar o plano de saúde, problema da D. Maria, que terá que trabalhar se precisar de mais $. Por outro lado, garanto que TODOS os serviços serão melhores, pois, por exemplo as escolas, estarão concorrendo (como num capitalismo de verdade) entre si pelos milhares de alunos com grana para pagar escola neste país.
Alguns poderiam argumentar que se isso fosse verdade, as faculdades privadas seriam melhores que as públicas... e só posso acrescentar o seguinte: Elas são! O problema está na qualidade do aluno das faculdades privadas, formados no ensino público em comparação com os alunos das faculdades públicas, formadas no ensino particular! Se todos os alunos têm uma base fraca, a faculdade tem que dar aulas fracas, e forma pessoas fracas.
Vamos deixar de ser paternalistas e por fé na capacidade de cada um, por favor! Por um país mais empreendedor.

terça-feira, 15 de janeiro de 2008

Quadrinho sobre empreendedor.


Encontrei essa tirinha, acredito que ela resuma a situação do empreendedorismo coorporativo, com maestria.

domingo, 13 de janeiro de 2008

Atitude Empreendedora e Empreendedorismo Corporativo.

Estive outro dia, a convite da Angela Lucas, ministrando uma aula na Pós do Mackenzie sobre empreendedorismo coorporativo. As perguntas que surgiram, tornam patente uma situação "peculiar" do universo empresarial. Diversas empresas querem na sua equipe "empreendedores corporativos"... No entanto, assim que um membro da equipe questiona os procedimentos, ou age "por conta própria", é repreendido, e se sua ousadia resulta em erro ou prejuízo, muitas vezes é punido ou desligado. Esclareço aos gestores, que o empreendedor é muito importante na estrutura, exatamente porque inova, e corre riscos. Correr riscos implica em acertos, mas também em erros... e se uma estrutura é montada para punir os erros decorrentes das tentativas de fazer diferente, então essa estrutura não estimula o empreendedorismo corporativo e a inovação. Por outro lado, também sei que isso não quer dizer que erros não devam ser discutidos e punidos... Isso quer dizer apenas que devemos aprender a diferenciar uma tentativa que deu errado, um projeto que fracassou, uma idéia que não foi adiante, de uma falha por desatenção ou relapso com os procedimentos já estabelecidos. Dois exemplos bem simples:
Imagine que sou o responsável por adquirir sistemas operacionais na empresa onde trabalho. Normalmente compramos Windons. Ora, pensei que a empresa pode economizar uns cobres se eu comprar Linux, mas pouco sei sobre o assunto. Se faço a compra, e funciona, deveria ser premiado pela minha boa idéia... mas o que ocorre se não funciona (por exemplo, é incompatível com o SAP da empresa, ou os usuários não gostam do sistema)? Neste caso, primeiro deve-se verificar como foi a compra. O "empreendedor corporativo" pesquisou em outros lugares que usam Linux? Conversou primeiro para saber outras opiniões? Seguiu os procedimentos padrões da empresa para troca de fornecedor? Fez um teste antes de comprar milhares de micros?
Se ele fez tudo isso, não há razão para repreendê-lo, mas sim para tentar aprender com o erro.
Já um funcionário, que todo dia deve inserir os faturamentos numa tabela, e não faz isso corretamente, deve sim ser repreendido, afinal, isso é ser relapso, e não empreendedor.